Monthly Archives: julho 2016

Remédios para pressão alta e seus malefícios para a visão

Em pesquisa veiculada recentemente nos meios de comunicação, pesquisadores americanos concluíram que há de fato, uma relação entre o uso de remédios para pressão alta e problemas na saúde da visão.

Publicada no jornal da Academia Americana de Oftalmologia, a pesquisa aponta que a utilização de medicamentos vasodilatadores pode ser o agente provocador de maior incidência de doenças nos olhos, tais quais degeneração macular relacionada à idade (DMRI), doença que leva a perda da visão, sobretudo se os medicamentos forem associados ao fumo.

remedios-pressao-ocular

Vasto estudo mostra melhor a relação

No intuito de comprovar as hipóteses e esclarecer a relação entre o consumo de remédios para controle de pressão alta e o desenvolvimento de doenças da visão, como a degeneração macular, um vasto estudo foi conduzido entre os anos de 1988 e 2013, por pesquisadores da Universidade de Wisconsin, nos Estados Unidos.

Foram estudadas e analisadas cerca de 5000 pessoas com idades entre 43 até 86 anos, cuja a conclusão aponta que medicamentos populares como Apresolina e Loniten estão associados a um risco 72% maior de desenvolver o estágio inicial da DMRI, contra 8,2% daqueles que não usufruem desses medicamentos citados.

Resultado ainda não é definitivo

Mesmo com os indícios e conclusões, ainda é preciso mais estudos referentes ao assunto. Segundo o coordenador do estudo, o médico Ronald Klein, em matéria publicada no site da “Revista Encontro”:

Mais pesquisas são necessárias para determinar as causas desse aumento no risco de desenvolver degeneração macular.

(Fonte: http://www.revistaencontro.com.br/app/noticia/atualidades/2016/05/31/noticia_atualidades,156882/remedios-para-pressao-alta-podem-gerar-problemas-na-visao-diz-estudo.shtml)

Importância do acompanhamento médico

É importante acompanhar as reações que as pessoas possam ter, oriundas do uso destes medicamentos e no caso de efeitos colaterais e desconforto, que se procure um médico de confiança para que ele avalie caso a caso.


Como é a cirurgia de correção da miopia?

cirurgia-miopia

As chamadas ametropias (miopia, hipermetropia, astigmatismo e a presbiopia) são as causam que levam milhares de pessoas a lançarem mão do uso de óculos e lentes de contato para promover a melhora da visão. No entanto, os óculos não são as únicas ferramentas para lidar com questões da visão. Cada vez mais um número maior de pessoas adere à cirurgia para a correção de problemas de visão, entre elas a cirurgia de correção da miopia.

Cirurgia refrativa a laser

Chamada de cirurgia refrativa a laser, este processo consiste em corrigir o “grau dos óculos”, e é feito por meio de um aparelho chamado de Excimer Laser. Ele irá variar de acordo com a indicação de cada paciente, podendo ser feito pelo modo PRK ou do LASIK.

PRK (Ceratectomia Fotorrefrativa)

Pelo viés PRK a aplicação do laser atua na superfície da córnea, atribuindo maior tempo para a recuperação total da visão se comparado com o modo LASIK. Gotas de colírio anestésicos são aplicadas e para que se evite que o paciente pisque durante a cirurgia, é utilizada a ajuda de um aparelho localizado entre as pálpebras.

LASIK (Laser Assisted In Situ Keratomileusis)

No método LASIK, a ação do laser é na região interna da córnea. Este método também utiliza um colírio especial para anestesiar a região e o aparelho que impede o paciente de piscar durante a execução do processo. Após isso é utilizado o microcerátomo, que fará na superfície da córnea um corte de precisão no intuito de levanta a lamela.

O passo adiante é olhar em direção a luz do chamado Excimer para que a remodelação da córnea seja feita, para que então a lamela possa ser recolocada no local de origem. A recuperação por meio deste método é mais rápida, podendo ser de até 24 horas.

Há ainda o processo denominado iLasik, onde o processo à laser é feito em todas as frentes, substituindo inclusive o microcerátomo.

E então, conseguiu esclarecer suas dúvidas?


Óculos espelhados: entenda mais sobre estes modelos

oculos-espelhados

Muito em voga como acessório de moda, os óculos espelhados são antes de tudo, aliados da saúde visual das pessoas, pois promove a proteção dos olhos dos raios nocivos, sendo também indicados para diversos usos, não somente para atividades ao ar livre e para dias de sol, mas também para ambientes internos, de acordo com a função de seu uso.

Benefícios dos óculos espelhados de acordo com as cores das lentes

Variando de acordo com a cor das lentes, os óculos espelhados de fato revelam uma enorme gama de benefícios aos seus usuários.

Por exemplo, o fator otimizador de visibilidade noturna, bem como um elevado grau de contraste de imagens, são características atribuídas aos óculos espelhados de cor amarela.

Já pessoas que utilizam bastante computador, podem usufruir dos benefícios dos óculos espelhados com lentes azuis, devido seu efeito p&b que minimiza tons amarelos e vermelhos.

No caso de ambientes fechados, os óculos espelhados com lentes de cor rosa contribuem para o descanso das vistas, enquanto as lentes verdes são ideais para proteção do sol e dos raios UVA e UVB. Em linhas gerais, os óculos com lentes espelhadas se configuram no mais eficiente protetor solar neste sentido.

Pessoas com miopia encontram nos óculos com lentes marrons um ótimo aliado, otimizando tanto a percepção da visão quanto o contraste, enquanto as lentes espelhadas na cor cinza são indicadas a pacientes com hipermetropia por ter a distorção de imagens minimizada.

Tendência fashion e saudável

O uso de óculos espelhados é forte tendência no universo fashionista e sua escolha não só pode como deve ser pautada antes de tudo, nas necessidades da pessoa. Feito isso, há várias maneiras de usá-lo, tornando o acessório mais estiloso.

Algumas regras são básicas, como por exemplo harmonizar o acessório com o restante do visual, pois, acima de tudo, os óculos espelhados são itens casuais, não sendo o modelo mais indicado para situações formais, por exemplo.


Por que e como fazer a higiene ocular?

Parte importante da higiene pessoal, bem como da saúde dos olhos, a higiene ocular é necessária para evitar infecções e doenças como blefarites, entre outras. Sendo assim, a higienização dos olhos de maneira correta é recomendada pelos oftalmologistas e deve ser seguida à risca pelas pessoas que prezam por uma melhor qualidade de vida.

higiene-olhos

Proteção contra doenças inflamatórias nos olhos

O hábito de se fazer a higiene dos olhos exerce papel de proteção contra doenças inflamatórias nos olhos, tais como conjuntivites e blefarites, inflamações que somente as pálpebras e cílios não são capazes de barrar.

Fazendo a higiene ocular

Gestos simples são capazes de fazer a limpeza e higiene ocular, garantindo assim a saúde dos olhos das pessoas. Pela manhã, lavar o rosto por meio de água corrente já é capaz de eliminar desde a gordura até secreções e poeiras, entre outros pormenores que se acumulam na região facial e ocular.

O perigo da maquiagem

Muitas mulheres nutrem o costume de dormirem de maquiagem, e não limpam ou retiram os resquícios dos cosméticos. Isso pode ser muito nocivo à saúde ocular, uma vez que detritos dos cosméticos utilizados se acumulam na região dos olhos, sobrancelhas, cílios e pálpebras.
A utilização de produtos de limpeza profunda e específicos para tais fins são os mais indicados pelos médicos e oftalmologistas.

Colírios são importantes

Para completar a higiene ocular, é de extrema relevância o uso de colírios, com o intuito de hidratar os olhos. No entanto, algumas pessoas ainda cultivam o péssimo costume de adquirir este produto por conta própria, sem receita ou indicação médica, o que poderá acarretar uma série de problemas na visão. É importante, antes de comprar colírios, passar por uma consulta com o oftalmologista, que irá avaliar cada situação e prescrever o colírio mais indicado para que seja efetuada a higiene ocular.


Lentes Vision DT e seus benefícios para a saúde da visão

VisionDT

Por meio de tecnologia avançada, as lentes Vision DT promovem diversos benefícios para a saúde visual, variando de acordo com o modelo e suas características, onde cada tipo de lente se adequa a determinado perfil. Há 4 modelos de lentes nesta linha, que demonstram considerável superioridade quanto as lentes tidas como convencionais:

• Lentes Vision DT Revolution;
• Lentes Vision DT Unique;
• Lentes Vision DT Premier;
• Lentes Vision DT Max.

Veja a seguir, os benefícios e especificidades de cada modelo de lente, o que as colocam como as principais lentes progressivas do mercado, devido a qualidade superior e preço justo.

Lentes Vision DT Revolution

Englobando um uso mais genérico, estas lentes são indicadas para todas as atividades, tendo como benefícios o maior conforto de leitura, facilidade de adaptação, qualidade de visão (perto, intermediária e longe), e elevada precisão.

Lentes Vision DT Unique

Mais indicadas aos que necessitam de lentes progressivas mais confortáveis e dinâmicas. Possuem boa adaptação, excelente qualidade de visão para perto e para longe, além de possuir equilíbrio entre os campos de visão.

Lentes Vision DT Premier

Quanto as Lentes Vision DT Premier, este modelo prioriza o equilíbrio no design no que diz respeito a lentes progressivas. Além de controlar astigmatismos, ajuda no usuário beneficiando a saúde ocular ao equilibrar os campos de visão e ser de fácil adaptação.

Lentes Vision DT Max

No quesito custo x benefício, as Lentes Vision DT Max surgem como aquelas que melhor se enquadram ao perfil deste usuário. O conforto para leitura é o principal benefício destas lentes progressivas, além de ser uma das melhores para enxergar de perto.

A suavidade na transição entre os campos de visão é outro ponto a favor das Lentes Vision DT Premier, fora a adaptação otimizada e o design suave.

Conheça mais as Lentes Vision DT.


O uso dos óculos é para a vida toda?

oculos-uso-vida-toda

Quando se fala em saúde visual, há muitos mitos que se relacionam com a questão do uso de óculos. Além de mitos, uma dúvida recorrente em pacientes usuários de óculos diz respeito à necessidade de o uso dos óculos ser ou não para a vida toda.

oculos-uso-vida-toda

São muitas as dúvidas que permeiam a mente dos usuários, como algumas crenças que o uso de óculos vicia e aumenta o grau, o que tornaria o uso do objeto algo frequente pelo resto da vida, assim como há a crença de que o uso ainda na infância cessaria de vez determinados problemas de visão, dispensando posteriormente o uso dos óculos.

Não há uma resposta definitiva

Embora existam estudos sobre a questão do uso do óculos não prejudicar ou aumentar o grau, ao contrário, ajudar na melhora da visão e em alguns casos, retardar o aumento do grau de miopia, por exemplo, há outros estudos que apontam que algumas pessoas tendem a aumentar o grau do óculos com o passar do tempo, o que nos mostra que não há uma resposta definitiva para o assunto.

O mesmo ocorre no que se refere ao tempo de uso necessário dos óculos durante a vida de pacientes diagnosticados com miopia e demais questões relacionadas com problemas de visão.

Importância de consultar um profissional

Esta dúvida sobre o uso dos óculos ser ou não para o resto da vida depende do desenvolvimento ou retardamento da problemática visual de cada usuário. Há opções como lentes de contato, intervenções cirúrgicas, além de tratamentos específicos para cada caso.

O ideal é que o paciente seja sempre orientado por um médico oftalmologista, para averiguar qual seu quadro clínico, se há a necessidade do uso de óculos ou não, ou ainda a possibilidade do uso de lentes e cirurgia, por exemplo.