Monthly Archives: dezembro 2016

Como é um exame oftalmológico?

exames-oftalmologicos

De responsabilidade do médico oftalmologista, o exame oftalmológico é o meio pelo qual a saúde ocular é analisada, com o intuito de prevenir possíveis males na visão, bem como proceder com os tratamentos adequados a cada caso específico quando as vistas são acometidas de alguma deficiência.

exames-oftalmologicos

Exame oftalmológico: necessário nas diferentes fases da vida

A necessidade de se proceder com o exame oftalmológico se faz presente em momentos distintos da vida.

No caso dos bebês, por exemplo, o exame oftalmológico atenta-se ao chamado clarão pupilar, uma forma de avaliar e prever se há riscos de se desenvolver algum problema de visão no futuro.

Já no tocante às crianças, os exames visam acompanhar o desenvolvimento infantil durante a fase escolar, cujo problemas de visão são muitas vezes os responsáveis pelo fato das crianças não corresponderem aos estudos.

Na idade adulta também é importante aderir ao exame oftalmológico, em especial por volta dos 40 anos de idade, período onde aparecem sintomas como falhas de visão durante a leitura, presbiopia, entre outros fatores.

Fatores que fazem parte do exame oftalmológico

Dentre os fatores que compõem a rotina de um exame oftalmológico, temos:

  • Avaliação externa que verifica a normalidade das pálpebras, bem como do segmento anterior do olho;
  • Teste da refração — optometria: responsável por fornecer o grau de cada paciente e analisar de fato, a gravidade de cada caso;
  • Exame do fundo de olho: analisa problemas de visão que estejam relacionados com outras doenças, tais como hipertensão arterial e diabetes;
  • Medida de pressão ocular: essencial para prevenir quadros de glaucoma.

Além da importância do exame oftalmológico para a questão da saúde ocular, ele também é de extrema necessidade, no sentido de ajudar a diagnosticar e acompanhar a evolução de diferentes tipos de doenças.

Visitar o médico oftalmologista é portanto, mais do que uma necessidade, mas um ato de cuidado e amor próprio.


Como evitar a conjuntivite?

conjuntive-sintomas-tratamento

conjuntive-sintomas-tratamento

Uma das principais doenças causadas nos olhos é a conjuntivite. Mais intensificada em épocas de calor e o tempo mais seco característico do verão, a conjuntivite se define pela inflamação da membrana que, por sua vez, reveste a parte frontal dos olhos, bem como a região interna das pálpebras.

Sintomas de conjuntivite:

  • Coceira na região dos olhos;
  • Dor;
  • Secreção nos olhos;
  • Vermelhidão.

Agindo nas pessoas por aproximadamente 15 dias, os tipos de conjuntivite mais comuns são:

  • Viral
  • Bacteriano
  • Alérgico

Dentre estes 3 tipos, aquele considerado mais nocivo e de maior disseminação é a conjuntivite viral.

Características da conjuntivite viral

A conjuntivite viral se caracteriza pela sensação de “areia” ou objeto estranho nos olhos. Há um intenso lacrimejamento e em casos mais graves, deixa sequelas, como problemas nas córneas.

Seu tratamento envolve desde o suo de colírios específicos, do tipo lubrificantes, até mesmo compressas de água fria.

Dicas para evitar a conjuntivite

Alguns cuidados bem simples podem ajudar a evitar que as pessoas sejam contaminadas com o vírus da conjuntivite.

A higienização das mãos é uma ótima solução neste sentido, sobretudo com o uso do álcool em gel e sabão, bem como a utilização de utensílios individuais como lenços de papel e toalhas e roupas de cama individuais.

Atentar-se a objetos de uso compartilhado, como por exemplo, aparelho de controle remoto, telefones, e também transporte público, é muito importante, pois é comum que todos estes objetos e lugares aglomerem vírus e bactérias.

Para evitar o contágio, ressalta-se a importância da higiene. Não passar a mão suja nos olhos é outro ponto essencial para evitar a conjuntivite.

O contágio pode ocorrer também em água do mar, piscinas não tratadas, riachos e lagos, portanto, ao visitar estes locais, principalmente na época das férias, que é mais comum, requer maiores cuidados e atenção.

Ao detectar os sintomas, é importante procurar um médico oftalmologista, que procederá com o tratamento adequado a cada caso.


Entenda como os óculos de sol protegem os olhos

oculos-sol-proteger-olhos

Com a chegada do verão, o sol se revela mais intenso e com ele, a necessidade ainda maior se se utilizar óculos de sol. Sendo os óculos de sol ótimos acessórios de beleza e estética, eles devem sobretudo proteger os olhos dos raios nocivos, conferindo assim saúde, bem-estar e estilo.

oculos-sol-proteger-olhos

Problemas decorrentes da exposição dos olhos aos raios solares nocivos

Há vários tipos de problemas de visão oriundos a prolongada exposição dos olhos aos raios colares, como os UVA e UVB. Dentre as doenças decorrentes deste fato, temos a cegueira e a degeneração macular.

Com o frequente aumento da camada de ozônio, estes raios ganham cada vez mais incidência e força, prejudicando a visão das pessoas que não lançam mão de óculos de sol. É importante frisar que o uso de óculos de sol nos dias atuais é tão imprescindível quanto o uso de protetor sola na pele, por exemplo.

A catarata, por exemplo, doença que está associada à exposição dos olhos sem proteção perante os raios solares, é apontada como uma das principais causas da cegueira.

Para evitar que estes males ocorram, é de extrema importância que as pessoas protejam os olhos com óculos de sol adequados, de boa procedência e com as lentes ideais para exercer o bloqueio destes raios nocivos e proporcionar a saúde visual do indivíduo.

Como os óculos protegem os olhos

Lentes do tipo polarizadas estão entre as aliadas da saúde visual, exercendo proteção aos olhos. Isto porque é por meio delas, além de barrar todo raio nocivo, elas permitem extinguir o ofuscamento da visão, permitindo assim um olhar mais nítido ao ar livre, por exemplo.

Consultar o oftalmologista regularmente e seguir as orientações por ele prescritas é um item essencial.

Ao solicitar óculos de grau, é importante que a pessoa não esqueça também de solicitar os óculos de sol, pois se trata de um item fundamental para a saúde ocular.


Cuide dos seus óculos da maneira certa

cuidado-oculos

cuidado-oculos

A durabilidade dos óculos está intimamente ligada aos cuidados e zelo do usuário perante o objeto.

Seguindo as instruções de uso, os óculos se mantém novos por muito mais tempo, além de oferecem condições ideais de uso, apresentando assim melhores resultados no que tange a visão do usuário.

Dicas para cuidar dos óculos de maneira adequada

Deixar os óculos armazenado no estojo é fundamental para que ele fique protegido de possíveis danos e acidentes diversos. No entanto, não basta deixar os óculos no estojo, é preciso acondiciona-lo da maneira correta. Neste sentido, é importante que, toda vez que se retirar os óculos e for guarda-los, se coloque os óculos com as lentes voltadas para a parte superior, jamais o contrário disso. Desta forma, preserva-se as lentes de riscos e possíveis riscos oriundos de atritos, por exemplo.

Outro ponto fundamental sobre os cuidados com os óculos é a questão da limpeza. Sempre recomendamos que a limpeza seja feita em ópticas. Profissionais especializados e treinados para este serviço evitarão problemas com a lente.

Ter o cuidado de utilizar-se das duas mãos para colocar e tirar os óculos pode num primeiro momento, parecer um tanto quanto banal, no entanto, é uma das dicas mais efetivas no sentido de evitar acidentes e estragos no objeto.

Evitar o fato de colocar a armação na cabeça, também é aconselhável, haja vista que tal procedimento acelera o desgaste da armação, desalinhando sua haste com o passar do tempo.

Ao prestar atenção nestes pequenos gestos e ter mais zelo com os óculos, a durabilidade deste importante acessório dos olhos é otimizada e o usuário ganha, tanto em preservação quanto em economia, pois assim trocará seu óculos somente quando realmente necessário, sem abreviar o tempo de vida do mesmo.


Como fazer para limpar os óculos

limpeza-lente-oculos

Usuários que procedem com a manutenção adequada dos óculos por meio da limpeza do material, promovem além de uma melhor saúde ocular, maior conforto, bem como a otimização da visão.

Alguns gestos práticos e simplificados neste sentido são capazes de evitar acúmulo de poeira e diversas outras sujeiras que atrapalham a enxergar melhor.

limpeza-lente-oculos

Lentes de óculos devem ser lavadas

Água fria e sabão neutro são os materiais necessários para que seja feita a lavagem das lentes dos óculos, deixando-as limpas. Basta aplicar com cuidado a solução de água e sabão, depois enxaguar com água corrente e proceder adequadamente com a secagem, que deve ser feita com um lenço, de papel ou tecido, que tenha estrutura macia.

No entanto, jamais deve-se esfregar o papel durante a secagem, mas sim passar suavemente nas lentes até que elas fiquem secas.

Há casos onde determinados usuários costumam “esfregar” as lentes em qualquer tecido, como uma camiseta, por exemplo, acreditando ser o correto e suficiente para efetuar a limpeza. No entanto, como pode-se observar, este método não é o adequado.

Higienização do lenço para limpar os óculos

O lenço utilizado na limpeza dos óculos deve ser sempre lavado e higienizado, sempre com sabão neutro e água.

Preservação dos óculos

Para manter os óculos limpos por mais tempo, o ideal é que ele seja acondicionado da maneira correta e também que se evite algumas situações, como por exemplo, a exposição frequente e intensa ao sol.

No que diz respeito ao seu acondicionamento, os óculos necessitam de um estojo adequado para ser guardado quando não estiver em uso. Além disso, há o modo correto de posicionar os óculos no estojo: sempre com as lentes para a parte de cima.

Isto se deve ao fato de evitar que as lentes entrem em choque ou contato com texturas que possam agredir ou arranhá-las, por exemplo.