Monthly Archives: agosto 2017

Como vender melhor lentes progressivas na sua óptica?

lentes-progressivas-como-vender-optica

Com a população, não só a brasileira, mas também em todo mundo, envelhecendo, um cenário que surge como forte tendência no setor óptico é o das lentes progressivas.

lentes-progressivas-como-vender-optica

Representando atualmente uma considerável fatia do mercado de lentes, empresas do setor óptico devem estar cada vez mais bem preparadas e estruturadas, para vender melhor e mais este tipo de produto, tendo em vista o alto potencial do público consumidor que necessita destes produtos.

Veja como fazer a diferença e proporcionar aos clientes a melhor experiência no tocante as lentes progressivas vendidas em sua ótica.

Leve em conta os fatores relevantes para a melhor adaptação

É muito comum ainda, que determinada parcela de pacientes que fazem tratamento das vistas com o uso de óculos de lentes progressivas, apresentem dificuldades de adaptação e tenham algumas reclamações com relação ao produto.

Isto pode ser minimizado ao máximo, caso sua óptica adote as seguintes precauções:

  • Invista apenas em produtos de alta qualidade;

Há muitas opções, é verdade, em lentes progressivas no mercado óptico. Mas, será que todas elas atendem a minuciosos critérios de qualidade e permitem a melhor adaptação?

Sabemos que não, e é exatamente por isso que é importante selecionar com muito critério qual tipo de mercadoria sua óptica irá comercializar.

Tendo diferentes modelos à disposição do público, estas lentes possuem maior conforto ergonômico, adaptação com ampla facilidade e equilíbrio perfeito entre os campos de visão.

Com tantos benefícios e detalhes que fazem a diferença, as Lentes Progressivas Multi C.O valorizam a óptica, gerando uma venda de melhor qualidade, haja vista que dificilmente o cliente terá motivos para reclamar do produto e de sua adaptação.

Além disso, é importante que o profissional oftalmologista faça a correta indicação das lentes, levando em conta fatores como convergência, refração e medidas de DNPs, por exemplo.

Com a indicação correta e o melhor produto, a óptica com toda certeza suprirá as expectativas de seus clientes.


Coisas que causam alergia nos olhos e porquê você deve evitar

Alergia nos olhos, evite!

Você já se questionou sobre quais são os agentes causadores de alergia nos olhos? Quem costuma passar por quadros de alergia nos olhos, coceira e irritação, sabe o quão ruim é conviver com tal problemática.

Alergia-olhos-como evitar

Além da necessidade de ir até o médico oftalmologista com urgência, identificar os fatores que desencadeiam esta alergia ocular e evita-los, é um fator relevante para manter-se livre destes males e contribuir com sua saúde visual.

Veja a seguir algumas situações que causam alergia nos olhos e porquê deve evita-las.

Conjuntivite alérgica: agentes causadores

A alergia nos olhos recebe o nome de conjuntivite alérgica. É uma resposta do nosso organismo perante às substâncias alérgicas.

Os principais agentes causadores desta alergia ocular são:

  • Pólen;
  • Mofo;
  • Pelos de animais;
  • Ácaros;
  • Poluição;
  • Produtos de maquiagem, e cosméticos em geral;
  • Alimentos como camarão e lagosta.

Sintomas

Via de regra, acompanhada da rinite alérgica, a conjuntivite alérgica apresenta sintomas como:

  • Olhos avermelhados;
  • Incômodo perante a luz do sol;
  • Lacrimejamento;
  • Coceira nos olhos.

Como evitar a alergia nos olhos?

Pode ser bem simples se livrar da irritação ocular, sobretudo, tomando nota de algumas medidas preventivas neste sentido, como por exemplo, realizar a higienização do ambiente onde estará presente, eliminando ao máximo a presença de ácaros e poeira, evitar mofo, abrindo portas, janelas, deixando o recinto bem arejado.

Manter distância de objetos acumuladores de ácaro, ao máximo possível, bem como não ficar em contato com bichos de pelúcia, cortinas e carpetes, ou ainda não usar roupas guardadas há muito tempo, ajudam a evitar a incidência deste tipo de alergia.

Recomenda-se também não levar as mãos aos olhos, trocar sempre que possível a roupa de cama, executar a limpeza do filtro do ar-condicionado regularmente e não coçar os olhos, para evitar contaminação e surgimento de doenças oculares, como deformação nas córneas e demais problemas de visão.


Visão Dupla – O que é e como tratar?

Visão dupla, o que é

O que é a visão dupla? O uso de termos como “visão dupla” ou “duplicada”, ou ainda “dupla imagem” e “dupla visão”, é o meio mais comum utilizado para se referir a diplopia, uma disfunção ocular que em linhas gerais, ocorre devido diversas doenças sistêmicas e oculares já em processo de ação.

Visão dupla, o que é

Quando este sintoma de “ver em dobro” surge, estamos perante um quadro visual que implica em tratamento, podendo ser de fácil cura, ou grave, dependendo da origem desta diplopia.

O que é visão dupla?

Visão dupla ou diplopia nada mais é do que o fato do cérebro identificar dois ou mais objetos, quando na verdade, há apenas um.

O termo diplopia, mais utilizado pela comunidade médica para definir a visão dupla, tem origem na língua grega: diplos = duplos + ops = olhos = visão dupla.

Sintomas

Quando ocorre a diplopia, é comum não apenas o fato de enxergar em dobro, mas também outros sintomas relacionados, como por exemplo:

  • Visão borrada;
  • Desconforto ocular;
  • Dores de cabeça;
  • Dificuldade para enxergar.

Como tratar a visão dupla?

É importante sabermos que há 3 tipos de visão dupla:

  • Diplopia (monocular): visão dupla em um único olho;
  • Diplopia (binocular): quando ocorre o fenômeno com os dois olhos;
  • Poliplopia: quando se vê mais de 3 imagens em um objeto apenas.

O tratamento adequado para cada situação é fundamental para a saúde ocular do paciente. Para tanto, a consulta com o médico oftalmologista é imprescindível.

Somente ele poderá indicar o tratamento ideal, que deverá ser acompanhado de perto e analisado a fundo, para que os resultados sejam satisfatórios.

Dentre as opções de tratamento, há possibilidades que vão desde a utilização de óculos especiais para tais finalidades, alguns tipos de exercícios oculares ou ainda em alguns casos, uma cirurgia.

Consulte seu médico oftalmologista regularmente e previna problemas de visão.


Trabalha à noite? Veja dicas para enxergar melhor no escuro

Visão noturna, dicas

Você trabalha à noite e sente dificuldades para enxergar? Ir ao cinema assistir um filme se torna complicado quando escurece? Problemas com a visão noturna para dirigir?

Visão noturna, dicas

Então este post é para você. Veja, a seguir, algumas dicas de como enxergar melhor a noite e assim, otimizar sua visão noturna.

Estimulando sua visão noturna

Há alguns exercícios simples que causam ótimo impacto na visão noturna, tornando-a mais aguçada, devido a estimulação.

Um destes exercícios é indicado tanto para quem tem maiores dificuldades para enxergar no escuro, quanto para quem possui menores entraves neste sentido, mas que nutre certo desconforto visual no período da noite.

Este exercício consiste em tomar banho no escuro. Procure apagar az luzes e deixar no local somente um breu.  Repare que inicialmente, você não enxergará nada. No entanto, em alguns instantes, sua pupila passa a se dilatar, e a visão começa a vir.

Esta é uma forma de estimular a visão noturna, que se acomoda, pelo simples fato de, via de regra, acendermos a luz para tudo o que precisamos fazer, cotidianamente.

Mesmo pacientes portadores de doenças como retinose pigmentar, por exemplo, devem adotar esta prática para despertar a capacidade da visão noturna, que está somente adormecida. Detalhe: deve tomar banho com os olhos abertos para estimular a visão.

O segundo exercício para estimular a capacidade de enxergar melhor à noite é dormir em um quarto completamente escuro. Para tanto, apague as luzes e procure observar as luzes externas ou até mesmo internas, que estão presentes no ambiente (luz da rua que entra pela fresta da janela, luz do modem da internet, do rádio, etc.). Identificadas as luzes, isole-as, apagando ou vendando sua propagação.

Acredite: dormir em um ambiente escuro é fundamental para sua visão noturna, e você sentirá a diferença ao executar ações como dirigir, trabalhar, ir ao cinema, etc.

Lembre-se: ao sentir desconforto visual, procure um médico oftalmologista.


Autocura para os olhos – isso é real?

autocura-olhos-Meir-Schneider

Self-healing. Este é o termo em inglês para designar uma espécie de técnica que promete realizar a autocura para os olhos.

autocura-olhos-Meir-Schneider

O método, que tem sido cada vez mais propagado mundo afora, implica em aperfeiçoar a visão e reeducar os olhos.

Há relatos de pessoas que investiram no self-healing e juram ter se livrado de dores de cabeça e problemas de visão, como miopia, astigmatismo e hipermetropia, por exemplo.

Será mesmo que a autocura é real? É possível abolir de vez o uso de óculos e demais tratamentos para a visão?

Autocura para os olhos: método data da década de 70

Embora a técnica da autocura para os olhos possa parecer novidade, ela é originária dos anos 70. Foi criada por Meir Schneider, um ucraniano, filho de mãe e pai surdos, que era considerado cego pela medicina convencional.

Meir foi diagnosticado com diferentes doenças, tais como nistagmo

(movimento involuntário dos olhos), catarata, glaucoma e astigmatismo.

Depois de muitas cirurgias sem bons resultados, inspirado no escritor William Bates, autor do livro Visão Perfeita Sem Óculos, e em experiências próprias no desenvolvimento da técnica de autocura para os olhos, Meir colocou em prática sua teoria e recuperou 70% de sua visão, de acordo com seus próprios relatos.

Exercícios demandam disciplina e paciência

Respiração, movimentos, estimulação e massagens. Todos estes fatores atrelados a combinações variadas resultam em um conjunto de técnicas que promovem a autocura dos olhos, ou self-healing, de acordo com o oftalmologista Mauro Rabinovitch.

Em matéria publicada pelo portal Isto É, o médico afirma ser adepto das técnicas e que usa sempre que termina determinado trabalho frente a tela do computador.

Embora não haja contraindicações, alguns setores da medicina olham a técnica com desconfiança.

E você, o que pensa sobre o assunto? Já realizou algum exercício de autocura para os olhos?

Lembre-se: qualquer problema de visão necessita do tratamento correto, indicado pelo seu médico oftalmologista.

Fonte: Isto É


5 Dicas para usar o computador sem prejudicar os olhos

Uso-computador-olhos

Uso-computador-olhos

Com o uso cada vez mais frequente do computador, smartphones e tablets, tanto na esfera profissional quanto do entretenimento, o excesso de exposição dos nossos olhos perante as telas pode acarretar em determinados problemas de visão.

Ao utilizar o computador, por exemplo, você tem notado sintomas como irritação ocular, coceira nos olhos, entre outros? Pois bem, possivelmente se trata de indícios de que o uso desta tecnologia está prejudicando seus olhos.

Veja abaixo 5 dicas para usar o computador sem prejudicar os olhos e proteger sua visão.

Dica 1 – Como usar o computador sem prejudicar os olhos: Faça os ajustes corretos na tela

É importante regular o brilho da tela de seu computador e/ou tela que estiver utilizando por um longo período de horas. Procure mensurar este brilho, de tal forma que ele não fique muito intenso.

Dica 2 – Como usar o computador sem prejudicar os olhos: Permaneça na distância correta

Respeite a distância mínima saudável entre seus olhos e a tela do computador. Para saber qual é a melhor, estenda o braço até tocar na tela. Esta é a distância indicada.

Dica 3 – Como usar o computador sem prejudicar os olhos: Não deixe de piscar

O ato de piscar lubrifica os olhos. Atente-se e, caso sinta o olho um pouco mais seco em algum momento, pisque com frequência um pouco maior do que a normal.

Dica 4 – Como usar o computador sem prejudicar os olhos: Faça pausas

Após aproximadamente uma hora perante a tela, é necessário fazer uma pausa de cerca de 5 minutos. Relaxe o corpo, a mente e os olhos.

Dica 5 – Como usar o computador sem prejudicar os olhos: Invista na lente HB Vision Blue Light UV

As lentes HB Vision Blue Light UV se configuram no que há de mais moderno no que diz respeito à proteção ocular.

Dentre vários benefícios, temos:

  • Controle da incidência de luz;
  • Conforto visual otimizado;
  • Proteção contra os raios ultravioleta, e da luz azul, emitida por computadores, tablets e celulares, entre outros benefícios.

Cuide dos seus olhos e da sua saúde. Atenção ao dia a dia e ao uso constante de computadores, tablets e smartphones.


Importância de fazer a gestão completa da sua óptica

Gestao-optica

Quem atua no setor óptico sabe que mais do que uma necessidade, para quem quer sobreviver no cenário, se destacar e crescer, é de extrema importância fazer a gestão completa do empreendimento.

Gestao-optica

Esta visão holística de todo o negócio é o fator, muitas vezes, determinante para o sucesso ou o fracasso da empresa.

Confira, a seguir, alguns exemplos de como a gestão completa de sua óptica trará diferenciais positivos para seu negócio, ajudando-o a ser bem-sucedido.

Gestão óptica: invista na automatização

Efetuar um planejamento, estar atualizado com as mais recentes tendências do setor óptico, apostar em novas tecnologias, e contar com sistemas que otimizem a gestão da sua óptica, de forma plena, são práticas que devem pautar o dia a dia do gestor.

Embora pareça clichê e redundante a afirmativa de que estamos na era da tecnologia, tal menção se faz necessária quando falamos sobre a importância de fazer a gestão completa de uma óptica.

Isto porque através de softwares e aplicativos em geral, é possível ganhar muito tempo, economizar despesas e fazer o efetivo gerenciamento de todas as áreas de uma empresa óptica.

Por exemplo, com a automatização do sistema de gestão, é possível:

  • Tirar medidas de armação do cliente, com total precisão;
  • Gerenciar de forma digital o receituário na óptica;
  • Realizar Integração do sistema da óptica com ERP do Laboratório;
  • Agilizar processos;
  • Otimização da logística;
  • Minimizar o prazo de entrega;
  • Entre outras facilidades.

Gestão de óptica: parceiro para a automatização é fundamental

Para fazer a completa gestão da sua óptica, não basta investir em tecnologia, mas sim em uma parceria com uma empresa que, além de proporcionar todas as facilidades de automação, ofereça plena segurança no que diz respeito aos dados e informações.

Um exemplo de empresa que supre estas expectativas é o Grupo Acert.  Com soluções que vão ao encontro exato das necessidades de sua óptica, o Grupo Acert dá todo o suporte necessário à gestão de sua óptica.


Dicas para deixar a fachada da sua ótica atraente

Fachadas ópticas

Em conjunto com uma série de outras estratégias de vendas, desde um atendimento diferenciado e cada vez mais aprimorado, produtos de qualidade, comunicação segmentada e até mesmo planos de marketing bem executados, deixar a fachada da sua ótica atraente ajudará sua óptica tanto a atrair mais clientes quanto ampliar as chances de vender mais.

Fachadas ópticas

Veja a seguir dicas da Braslab para deixar a fachada da sua óptica atraente e bonita.

Dicas para deixar a fachada da sua óptica atraente: transmita boas sensações

Ao montar um negócio é fundamental que o empreendedor coloque em pauta, desde o planejamento do negócio, a questão da fachada, seu conceito visual e a capacidade de transmitir ao público, sensações que o estimule na decisão de compra.

Uma fachada atraente, que desperte o interesse do cliente, é importante não somente nas vendas físicas, mas também, online, uma vez que você deve também divulgar esta fachada no ambiente virtual.

Dicas para deixar a fachada da sua óptica atraente: aplicação de luzes de LED

Uma dica legal é investir em luzes de LED na fachada da óptica. No período noturno, as luzes destacam a fachada e criam um cenário envolvente e atrativo.

Dicas para deixar a fachada da sua óptica atraente: que tal uma fachada adesivada?

Cores que tenham coerência com a linha e filosofia adotada pela óptica, com a logomarca e técnicas como o envelopamento da fachada, podem ser uma boa opção para se destacar e atrair a atenção das pessoas.

Dicas para deixar a fachada da sua óptica atraente: renove, atualize!

A fachada da sua ótica está defasada? Parece que parou no tempo? Tem um estilo datado? É hora de renovar e dar aquele up no visual.

Uma pintura, a modernização do estilo adotado, a busca por novas referências e até mesmo investir em um novo projeto de comunicação visual, farão ‘milagres’ no ambiente.

Coloque em prática estas dicas e alavanque seus resultados!


Entenda o que são as Lentes Ocupacionais

Lentes-Ocupacionais-2

Você já ouviu falar em lentes ocupacionais? Sabe o que são? Confira a seguir tudo o que você precisa saber sobre estas lentes, tipos, modelos e benefícios para a saúde de seus olhos, neste post que a Braslab fez especialmente para os leitores do blog.

Lentes-Ocupacionais-2

Lentes ocupacionais: o que são?

As lentes ocupacionais são lentes progressivas indicadas em uma prescrição para o indivíduo que sente dificuldade para enxergar objetos próximos e/ou distância mediana.

Geralmente, os indivíduos que necessitam das lentes ocupacionais nunca utilizaram óculos antes, e depois dos 40 anos de idade muitos precisam usar. Isso ocorre porque o músculo responsável pelo cristalino e pelo foco perde gradativamente a sua capacidade de focalizar elementos próximos.

As lentes ocupacionais também podem ser utilizadas por indivíduos que fazem o uso de óculos multifocais, pois assim, sentem mais conforto em momentos de leitura ou ao utilizar o computador por tempo prolongado.

Lentes ocupacionais: benefícios

As lentes ocupacionais proporcionam os seguintes benefícios:

– Corrigem a visão para enxergar objetos próximos;

– Ampliam a visão intermediária;

– Não há necessidade em colocar os óculos na ponta do nariz;

– Permite ao usuário uma postura confortável;

Lentes ocupacionais: tipos

Há diversos tipos de lentes ocupacionais, são eles:

– Lentes ocupacionais personalizadas;

– Lentes ocupacionais otimizadas;

– Lentes ocupacionais pré-calculadas.

Lentes ocupacionais personalizadas

As lentes ocupacionais personalizadas possuem o grau baseado na distância exata da qual o usuário necessita, e feito uma analise do perfil do usuário para definir o campo mais confortável de uso, geralmente indicadas para serem utilizadas no ambiente de trabalho.

Lentes ocupacionais otimizadas

As lentes ocupacionais otimizadas proporcionam conforto e amplitude visual na medida correta, garantindo que nenhum campo seja prejudicado. Nesse caso os usuários decidem o alcance do campo de visão de acordo com sua necessidade de uso.

Lentes ocupacionais pré-calculadas

As lentes ocupacionais pré calculadas permitem ao indivíduo a amplitude da visão de acordo com o grau de adição.

Se você notar que sente dificuldade para ver objetos próximos, consulte um médico oftalmologista e realize os exames necessários para saber se é o caso de utilizar óculos com lentes ocupacionais.