Monthly Archives: dezembro 2017

Lentes digitais – Acabe com a fadiga ocular digital

lentes-digitais

Você já considerou a possibilidade de precisar usar lentes digitais nos dias atuais?

lentes-digitais

Pois acredite, esta é uma solução extremamente eficaz, no sentido de preservar a nossa saúde ocular. Falamos mais a respeito a seguir:

Síndrome da Visão do Computador

Não há como negar. Estamos cada vez mais suscetíveis aos danos causados pela intensa exposição às luzes azuis, emitidas pelos aparelhos eletrônicos e tecnológicos.

Você sabia que a média de tempo a qual estamos olhando para telas, seja do smartphone, notebook, tablet, ou aparelhos de TV, é de aproximadamente 5 horas?

Mais do que isso, é comum até mesmo algumas pessoas olharem para a tela de seus celulares inteligentes, cerca de quase uma centena de vezes ao dia. Já parou para pensar na relação que este hábito possui com a fadiga ocular digital?

Chamada pelos especialistas de Síndrome da Visão do Computador, a fadiga ocular digital é uma realidade constante na vida das pessoas, sobretudo daquelas que já chegaram ou passaram os 30 anos.

Esta fadiga se dá pelo fato do esforço excessivo de nossos olhos, devido a velocidade com a qual alternamos nosso foco de visão. Do objeto que visualizamos longe, até a pequena letrinha na tela, nossos olhos estão a todo tempo trocando os campos visuais, o que acarreta numa intensa pressão no cristalino e globo ocular.

A solução para este problema tão comum nos dias de hoje? As lentes digitais!

HB Lens: visão mais nítidas e maior amplitude no campo visual

As lentes digitais HB Lens podem se traduzir numa das mais modernas e eficientes tecnologias que atuam a favor de nossa visão, mediante os excessos provocados pelo uso de smartphones e computadores em geral.

Além disso, você pode adquirir o produto com a tecnologia Blue Light, que protegem nossos olhos dos nocivos raios emitidos pela luz azul, dando ao usuário, a sensação de mais conforto visual.

Fale agora mesmo com seu oftalmologista e pergunte a ele sobre as lentes digitais HB Lens.

 


Problemas na visão mesmo com uso de óculos? Confira dicas!

problemas-visao-uso-oculos

Para conseguir usufruir de seus óculos com o máximo de potencialidade, pode ser necessário que antes você passe pelo processo de adaptação com o novo acessório.

problemas-visao-uso-oculos

Esta é uma das principais razões do surgimento de problemas de visão mesmo com o uso de óculos, mas não é a única. Outros fatores podem te prejudicar a enxergar bem, ainda que você utilize óculos para correção.

Quer saber como lidar com esta situação? Confira a seguir algumas dicas que te ajudarão definitivamente neste sentido.

Óculos novo e visão sem nitidez: o que fazer?

Miopia, hipermetropia ou presbiopia? Não importa qual seja a deficiência visual e/ou erro de refração, com o advento dos óculos se tornou possível corrigir e fazer o tratamento efetivo do problema, otimizando a visão.

Porém, há casos em que mesmo usando óculos novo, o indivíduo relata problemas de visão.

Isto pode ocorrer devido a vários fatores, como por exemplo, a inadaptação ao uso do acessório, por exemplo.

O ideal é identificar qual o motivo que acarreta determinados problemas de visão, para assim, buscar a solução efetiva.

Veja algumas dicas neste sentido, a seguir:

  • Período de adaptação

Quando usamos óculos novo, muitas vezes é comum precisar de um tempo para se familiarizar com o acessório. Ter paciência e usar os óculos até que os olhos e o cérebro se acostumem é fundamental para que sua experiência seja bem-sucedida.

  • Demora para buscar a correção visual

Pesquisas apontam que a maioria das pessoas demoram para buscar a ajuda do oftalmologista e consequentemente, a adotar o uso dos óculos. Sendo assim, o centro de visão localizado no cérebro ainda não está preparado, e isso demanda um certo tempo para que ele de adapte à nova condição.

  • Medicamentos, stress e doenças

O uso de determinados medicamentos, quadros de stress e até mesmo a existência de algumas doenças, podem prejudicar sua visão, mesmo enquanto você usa os óculos.

É recomendado que, ao se consultar com o médico oftalmologista, você vá tranquilo e o mais relaxado possível, para que os exames não sejam alterados e você tenha a indicação exata das lentes necessárias ao seu tratamento.

Aproveite e, caso tome algum medicamento, questione o seu médico se este é um dos motivos de problemas relacionados à sua visão.

Em muitos casos de doenças como hipertensão e diabetes, a visão também é afetada, de maneira súbita. Procure seu médico e jamais deixe de fazer os tratamentos indicados para estas doenças.

Sua visão e saúde merecem estes cuidados, não é mesmo?


Vitaminas essenciais para a saúde dos olhos

vitaminas-olhos

Ter uma boa alimentação é fundamental para a saúde ocular. Você sabia que existem vitaminas essenciais para a saúde dos olhos que podem otimizar a sua visão? Elas desempenham um importante papel no funcionamento dos nossos olhos.

vitaminas-olhos

Mas quais são essas vitaminas?

Vitamina A

A vitamina A contribui para ter uma visão de qualidade durante o dia e a noite. Além disso, auxilia na redução de vista cansada e fadiga ocular.

Na vitamina A estão presentes antioxidantes naturais protetores do sistema ocular. A ausência desta vitamina pode causar doenças e irritações, como úlceras na córnea, pálpebras inchadas, cataratas e secura.

Em casos mais graves, se essas enfermidades não forem tratadas pode causar cegueira.

Em quais alimentos encontramos a Vitamina A:

  • Gema de ovo;
  • Fígado;
  • Espinafre;
  • Pimentão verde e vermelho;
  • Tomate;

Vitamina E

Também tem função antioxidante pois protege a membrana ocular ao isolar alguns radicais livres, que podem ser nocivos ao metabolismo. A vitamina E pode contribuir bastante para prevenir a doença da catarata.

Onde encontrar a Vitamina E:

  • Nozes;
  • Amêndoas;
  • Amendoim;
  • Hortaliças;
  • Leite;
  • Trigo;
  • Gema de ovo;
  • Óleos vegetais.

Vitamina C

Sabia que a vitamina C está entre as mais imprescindíveis para a saúde dos olhos?  Ela também tem função antioxidante, auxiliando na prevenção das principais doenças oculares. Combinada com a Vitamina E pode exercer proteção significativa da saúde dos olhos. Pode inclusive reduzir a pressão intraocular nas pessoas que sofrem de glaucoma.

Alimentos ricos em Vitamina C:

  • Couve crua;
  • Vegetais de folha verde;
  • Melões;
  • Tomate;
  • Frutas cítricas (como laranja, kiwi e tangerina);
  • Frutas vermelhas (morango, amora, cereja, framboesa).

Vitamina B2 (riboflavina)

A ingestão de Vitamina B2 ajuda o organismo a produzir mais energia, aumentando também a produção sanguínea. Um dos seus benefícios é prevenir doenças como a catarata.

Alimentos que possuem Vitamina B2:

  • Cereais;
  • Ovos;
  • Vegetais ;
  • Leite e derivados;
  • Pão enriquecido;
  • Feijão de soja;
  • Levedura de cerveja.

Luteína

Consumir vegetais e frutas com Luteína ajuda a prevenir a Degeneração Macular Relacionada a Idade (DMRI), além de proteger os olhos de lesões causadas pelos raios solares.

Alimentos com Luteína:

  • Chicória crua;
  • Ervilhas;
  • Vegetais de folhas verde crus;
  • Abóbora;
  • Espinafre;
  • Milho;
  • Brócolis.

Ômegas-3, 6 e 9

Os alimentos com ômegas são indicados para pessoas diagnosticadas com a síndrome do olho seco. Seus componentes ajudam a diminuir os sintomas de coceira e vermelhidão, sensibilidade à luz e sensação de ardência, pois hidratam os olhos. Além disso, podem frear o envelhecimento precoce,  protegendo também o globo ocular.

Quais alimentos possuem esses Ômegas:

  • Óleo de linhaça;
  • Azeite de oliva;

Mas não basta ter uma alimentação saudável rica em vitaminas essenciais para a saúde dos olhos. É fundamental se consultar com um médico oftalmologista periodicamente.


3 curiosidades sobre as lentes progressivas

informacoes-lentes-progressivas

informacoes-lentes-progressivas

Se você costuma acessar nosso blog, já conhece as lentes progressivas. São lentes que refletem o que temos de mais avançado em tecnologia óptica, permitindo ao usuário uma visão muito mais nítida.

Tudo graças a presença de 3 campos de visão que permitem a transição para enxergar de longe, intermediário e perto.

Quer saber mais sobre estas poderosas lentes que podem compor seus óculos? Então atente-se às 3 curiosidades sobre elas que falaremos a seguir.

Promove a melhor visão para qualquer distância

Não importa a distância, as lentes progressivas promovem a melhor e mais perfeita visão. No entanto, antes de tudo é preciso realizar alguns testes de visão junto ao oftalmologista, para que seja verificado qual a necessidade de cada indivíduo.

Período de adaptação gira em torno de duas ou três semanas

Na ânsia de enxergar de maneira perfeita instantaneamente, é comum o fato de algumas pessoas se frustrarem quando adotam óculos com lentes progressivas.

Isto se deve ao fato da necessidade de esperar o período de adaptação, que varia de acordo com cada paciente e suas necessidades corretivas. Via de regra, o tempo para melhor se adaptar vai de 14 até 21 dias, aproximadamente.

Alinhamento é fundamental

Dentre as dificuldades que alguns pacientes apresentam no momento da adaptação, sobretudo em decorrência da imprecisão das medidas de ajuste, podemos destacamos situações como:

  • Distorções, mesmo que pequenas, nas bordas das lentes;
  • Determinada imprecisão na visão;
  • Movimento mais elevado de cabeça, para enxergar à curta distância;
  • Visão embaçada, etc.

Na verdade, para que o centro da pupila se alinhe ao centro das lentes e a correção do distúrbio visual seja efetivo, é preciso que durante a consulta com o médico oftalmologista seja realizado um teste de visão preciso.

Você sabia que a Braslab produz lentes progressivas que são referência no mercado óptico, sendo indicadas pelos médicos oftalmologistas mais respeitados do setor?

Um exemplo é a linha Multi C.O. de lentes progressivas. Conheça suas características clicando aqui.


Conheça massagens para melhorar a circulação nos olhos

circulacao-olhos

Cuidar da saúde dos olhos envolve uma série de fatores. Um deles costuma ser um tanto quanto desconhecido ou ignorado por parte da população: a circulação sanguínea.

circulacao-olhos

Como as células de nossa retina necessitam de bastante sangue para nutri-las, é de extrema importância que a circulação na região dos olhos seja otimizada.  Por isso, é imprescindível levar mais sangue para nossa cabeça, por exemplo.

Além de prejudicar a visão, a falta da circulação de sangue, muitas vezes causada por estresse no pescoço, pode levar a desencadear problemas de memória e também afetar o cérebro.

Você sabe como promover a melhoria na circulação sanguínea? Por meio de massagens! Conheça algumas técnicas de massagens a seguir.

Massagem no pescoço

Como se trata de uma região muito afetada de nosso corpo, acumulando tensões ao longo do dia, é preciso uma atenção especial ao pescoço, haja vista que ele é o responsável por ser o caminho para o sangue chegar até nossos olhos.

Este vídeo explica de forma simples uma técnica de massagem que irá ajudar a melhorar a circulação e a tirar tensões da região:

Em suma, para levar mais sangue ao nervo óptico, “amasse” seu pescoço, sem machucá-lo, claro, e sempre trabalhando a respiração, de forma profunda.

Uma dica importante: enquanto efetua a massagem na região do pescoço, com a outra mão procure executar pequenas batidas no peito. Isso ajudará a promover a chegada de mais oxigênio até a região ocular.

Má circulação: técnicas de massagem ao redor dos olhos

Siga os passos abaixo para massagear a região em volta dos olhos e, assim, melhorar a circulação:

  • Solte os ombros para não obstruir a transmissão do sangue;
  • Respire profundamente;
  • Massageie também suas mandíbulas (faça movimentos de abrir e fechar a boca);
  • Com ênfase, massageie seu couro cabeludo.

Além das massagens, não deixe de equilibrar sua alimentação. Alimentos dotados de luteína contribuem para evitar problemas na retina. É o caso do ovo, espinafre e couve, por exemplo.

E claro, não deixe de se consultar com o médico oftalmologista periodicamente.


Assistir TV de perto faz mal: mito ou verdade?

assistir-tv-perto

Com certeza você já deve ter ouvido essa frase: “se afaste da televisão, assistir TV de perto faz mal para a visão”. Será que faz mal mesmo? Quais as doenças oculares isso pode causar? Ou será um mito?

assistir-tv-perto

Por acreditarmos que é prejudicial aos nossos olhos, nos afastamos da televisão pelo receio de desenvolver algum problema de visão.

De acordo com o Hospital das Clínicas de São Paulo e sua equipe de oftalmologistas, assistir televisão a curta distância cria um risco mínimo de gerar algum problema aos olhos.

Assistir TV de perto pode causar irritação e, como consequência, vista cansada. Mas isso não gera um mal à saúde ocular, ou qualquer outro malefício que necessite de atendimento médico especializado. A simples irritação pode ser resolvida com o uso de um colírio.

Os olhos, assim como todo nosso organismo, precisam de descanso, de relaxamento. Por isso, o ideal ao assistir televisão é fazer intervalos a cada uma hora ou duas horas em média. Olhar para outros pontos e piscar ajuda a descansar e lubrificar seus olhos.

Assistir TV de perto não vai prejudicar sua visão. Mas a falta de intervalos é, sim, prejudicial aos olhos.

Portanto, essa velha história não passa de um mito.

O hábito pode indicar um problema

Em linhas gerais, o dito de que “ver televisão de forma mais próxima afeta a saúde ocular”, é um mito. Entretanto, a necessidade de ficar próximo da televisão ao assistir programas por não conseguir ler a legenda ou ver a imagem desfocada, pode ser o indício da existência de um problema de visão.

O mais comum entre as pessoas é a miopia, em que se apresenta uma dificuldade para enxergar a partir de determinadas distâncias. Neste caso é necessário procurar um médico especializado para ter um tratamento adequado ao problema.

Para evitar doenças oculares ou para que o tratamento não seja mais difícil, é recomendável realizar uma consulta com um médico oftalmologista periodicamente.


Qual a melhor lente de óculos para astigmatismo?

lentes para quem tem astigmatismo

Você foi diagnosticado como portador (a) de astigmatismo pelo seu médico oftalmologista?

Então é o momento de investir na melhor lente de óculos para astigmatismo! Você sabe qual a melhor neste sentido? Saiba mais sobre este distúrbio ocular e sobre o tipo de lente mais adequada para efetuar o tratamento.

lentes para quem tem astigmatismo

Astigmatismo: o que é?

O astigmatismo pode ser definido como um distúrbio da visão. Pacientes diagnosticados com este quadro, possuem a córnea com um formato semelhante a um ovo.

Neste sentido, o globo ocular retrata a luz em ângulos diferenciados ao que ocorreria normalmente. Esta deformação da córnea acarreta na formação de imagens distorcidas, prejudicando assim a acuidade visual do indivíduo.

Em alguns casos, o astigmatismo também ocorre associado a outras doenças, tais como à Miopia ou à Hipermetropia.

Suas causas são variadas, indo desde alguma doença ocular já existente, hábito de coçar os olhos e até mesmo por questões hereditárias.

Alguns sintomas do astigmatismo são:

  • Confundir letras e números visualmente parecidos;
  • Fotofobia (sensibilidade à luz);
  • Vermelhidão nos olhos;
  • Dor de cabeça;
  • Visão dupla;
  • Fadiga ocular;
  • Visão borrada.

Óculos para astigmatismo: lentes

De acordo com a necessidade de cada paciente, há diferentes tipos de lentes capazes de supri-la.

Em linhas gerais, as lentes cilíndricas para os óculos são as mais indicadas, sendo que as lentes de contato corretivas também poderão ajudar no tratamento.

Há algumas marcas e tipos de lentes que apresentam qualidade superior e merecem a atenção do paciente, no sentido de se beneficiar com o tratamento, bem como usufruir da melhor relação custo e benefício.

As lentes Hiperclean, as lentes progressivas Multi C.O., dentre outras produzidas pela Braslab e empresas parceiras, podem ser ótimas opções.

Dúvidas? Fale conosco, será um prazer contribuir com maiores informações e não deixe de consultar seu médico oftalmologista.


Qual o melhor tipo de lente para quem tem miopia?

lente-para-miopia

A miopia é considerada um tipo de distúrbio ocular. Acontece devido ao fato da focalização da imagem ocorrer antes de chegar à retina. A condição de visão “embaçada” para objetos de longe é a principal característica da miopia.

lente-para-miopia

Para corrigir este distúrbio ocular, o método mais comum de tratamento é o uso dos óculos. Mas você sabe qual o melhor tipo de lente para os pacientes de miopia?

Falaremos sobre miopia e a lente ideal para o tratamento a seguir, confira!

Miopia: um erro de refração dos mais comuns

Muito associada às questões genéticas, a miopia é tida como um erro de refração dos mais comuns em todo o mundo.

Para termos uma ideia, de acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), a estimativa é que há no mundo, cerca de 1 bilhão de pessoas míopes. Além da genética, o estilo de vida atual e o constante uso da tecnologia (tablets, celulares, computadores, videogames, etc.), contribuem para uma provável epidemia.

A ajuda do médico oftalmologista para a indicação do tratamento e lentes adequadas é fundamental para a saúde visual dos indivíduos.

Melhor lente para miopia

Dentre os principais modelos de lentes do mercado para pessoas portadoras de miopia, podemos destacar por exemplo, a linha de lentes HB Lens, apontadas como superiores às lentes convencionais, e por isso, com melhores resultados.

Dotadas da mais elevada tecnologia digital, a HB Lens Personal se trata de uma lente personalizada que possui maior precisão nos níveis de correção.

Independentemente do tipo de lente que necessitar usar, procure sempre por marcas de alto padrão e com qualidade comprovada, como as lentes que fabricamos aqui na Braslab.

Com a saúde dos olhos não se brinca, portanto, tenha em mente que seus olhos merecem o melhor tratamento sempre, ok?