Será mesmo que assistir um eclipse solar sem proteger os olhos pode danificar nossa visão? O eclipse solar é um dos fenômenos naturais mais bonito de se apreciar. Porém, para observar o eclipse do sol é necessário muito cuidado.

eclipse-solar-cuidado-visao-olhos

Entenda melhor esta relação e se, de fato, podemos ficar cegos em decorrência da observação deste fenômeno sem proteção ocular.

Eclipse solar e a visão: entendendo o fenômeno

Sabe-se que olhar diretamente para o Sol causa danos aos olhos e muitos pensam que por ser um eclipse, não há problemas. Muito pelo o contrário.

Por exemplo, ficar exposto a uma radiação solar bastante intensa pode queimar as células da retina e córnea, trazendo prejuízos irreversíveis aos olhos. Há a diminuição da percepção de imagens e de cores e, observá-lo durante 10 minutos causa perda permanente da visão.

Células cerebrais também podem ser prejudicadas

As células do cérebro – bastonetes e cones – também são prejudicadas e não existe a possibilidade de regeneração das mesmas, pois nascemos com uma quantidade fixa dessas células, ou seja, a quantidade é para o resto da vida.

O eclipse solar não pode ser visto a olho nu

Para admirar esse belo fenômeno com TODA A SEGURANÇA, um método eficaz se dá por meio do uso de um vidro escuro daqueles bem comuns em máscara soldadora, facilmente encontrado em lojas de construção. Chapa de raio -x ou óculos escuros não são o suficiente.

Mesmo com o vidro escuro de solda não é recomendável olhar o eclipse por muito tempo. O ideal é observá-lo por no máximo 15 segundos e depois dar uma pausa para olhá-lo novamente.

Ao sentir alguma alteração na visão, sobretudo após observar um fenômeno como o eclipse, recomenda-se imediatamente consultar-se com um oftalmologista.