Embora muitas pessoas desconheçam, a Ceratocone é uma doença ocular muito comum. Atingindo principalmente indivíduos que se encontram na faixa etária que corresponde a juventude e adolescência, a Ceratocone está relacionada de forma bem íntima com a Miopia e o Astigmatismo.

ceratocone

Ceratocone: definição
Define-se o quadro de Ceratocone como uma espécie de afinamento das córneas. Trata-se de uma doença ectásica da córnea, caracterizada por mazelas como astigmatismo, bem como miopia.

Sua principal característica é a de alterar a forma da córnea, via de regra, esférica, para um formato similar ao de um cone, prejudicando demasiadamente a visão e de formar progressiva, levando a perca da visão.

Quanto mais rápido se proceder no tratamento desta disfunção na região ocular, melhores são as chances de se prevenir maiores problemas decorrentes da Ceratocone.

Causas e sintomas da Ceratocone
De acordo os mais recentes estudos, além de fatores que envolvem o contexto de vida e ambiente, um dos principais fatores que resultam na manifestação da Ceratocone é a predisposição genética.

O fato de se coçar freneticamente e rotineiramente os olhos, também pode agilizar o surgimento da doença em pessoas que possuem esta predisposição oriunda de elementos genéticos.

Dentre os sintomas mais comuns, o aumento progressivo do número do grau utilizado nos óculos, bem como a visão de baixa qualidade, são os predominantes.

Tratamento da Ceratocone
Dentre os tratamentos desta doença ocular, nos estágios iniciais tem sido comum a utilização de um procedimento denominado Cross-Linking de colágeno, impedindo a evolução da doença.

Outro tratamento comum nestes casos é o implante de um anel intracorneano, que ajuda na recuperação da visão do paciente.

Medidas preventivas
Oftalmologistas aconselham não coçar os olhos e, principalmente se consultar com um profissional especializado em doenças nos olhos, para que possa ser feito tanto o diagnóstico quanto o tratamento adequado.