como-funcionam-lentes-transitions

Amparadas no mais alto grau tecnológico, as lentes Transitions funcionam de modo reativo aos raios UV, proporcionando o escurecimento das lentes. Desta forma, todas as tonalidades são proporcionadas, desde o claro, o escuro e demais nuances intermediárias, graças as moléculas fotossensíveis presentes nas lentes Transitions.

Lentes Transitions: a mais alta tecnologia
O chamado processo de embebição é um dos métodos responsáveis por acoplar a tecnologia fotossensível às lentes Transitions. É obtido por meio do calor, criando assim a pigmentação necessária nas lentes, por meio da fotossensibilidade. Assim que este processo se conclui, a superfície das lentes recebe a aplicação de uma película antiabrasiva.

Lentes Transitions para dirigir
As lentes fotossensíveis reagem aos raios UV, no entanto, em ambientes internos, como num carro, elas permanecem incolores, haja vista que o vidro do veículo age como um escudo, bloqueando estes raios em 99%.

Para a resolução desta problemática encontrada nas lentes comuns, há a alta tecnologia empregada nas lentes Transitions® EXTRActive®, que permite a reação dos pigmentos tanto perante a luz dos raios UV quanto da luz natural, adaptando-se a qualquer situação, tanto em ambientes externos quanto em ambientes internos, propiciando ao usuário maior visibilidade.

Lentes Transitions: as mais recomendadas
Devido ao constante investimento e ininterruptas pesquisas, as lentes Transitions representam o que há de mais moderno e eficaz no mercado, no tocante a lentes. Desta forma, são, via de regra, as mais recomendadas por médicos e especialistas em todo o mundo.

As lentes Transitions Signature ™, por exemplo, promovem o perfeito equilíbrio entre a temperatura das lentes e os raios UV, variando seu escurecimento de 15% a 21%. São as lentes mais reativas do mercado, e uma excelente opção para o público.