Refracao Luz

De acordo com o Instituto Benjamin Constant:

“Ao passar pelo ar, pela água, pelo vidro, por lentes, pela câmara de televisão ou ao entrar em nossos olhos, os raios luminosos mudam de direção. Esta mudança é chamada refração. Graças à refração as imagens se formam na retina e podemos ver a olho nu ou pelas lentes de óculos, binóculos, microscópios, telescópios, etc.”

Fonte: http://www.ibc.gov.br/?itemid=117

Podemos dizer que o fenômeno óptico da refração da luz, se dá quando a luz alcança uma superfície e transpõe, ou seja, atravessa tal superfície.

Quando se usa um óculos, por exemplo, a luz entrará em contato com a lente, passando por ela e atingindo a região do cristalino. Após isso, a luz também atravessa o cristalino alcançando então a retina.

Usando o exemplo da árvore
Quando a luz é refletida por uma árvore, por exemplo, ela (luz), “caminha” pelo ar chegando exatamente até a lente, sendo que posteriormente esta mesma lente será ultrapassada pela luz que continuará seu trajeto pelo ar, atingindo e superando córnea e cristalino.

Quando a luz atravessa o humor vítreo (O humor vítreo, também conhecido por corpo vítreo do olho ou simplesmente por vítreo, é a substância gelatinosa e viscosa, formada por uma substância amorfa semilíquida, fibras e células, que se encontra no segmento posterior, entre o cristalino e a retina, sob pressão, de modo a manter a forma esférica do olho.

Fonte: Wikipédia https://pt.wikipedia.org/wiki/Humor_v%C3%ADtreo), ela alcança a retina, onde é então projetada a imagem, que por sua vez é interpretada pelo nosso cérebro.

Luz: onda magnética
Para compreendermos de forma mais simplificada o processo de refração da luz, basta lembrarmos que a luz é uma onda magnética que atravessa os mais diversos “obstáculos”, que alteram sua velocidade ao atravessar cada um deles. Cada alteração de velocidade provoca desvios de trajetória na onda magnética, tendo como resultado a mudança na direção da luz.

Este resultado de alteração de direção da luz é o que designamos refração da luz.

A refração das lentes produzidas pela Braslab
O índice de refração das lentes trabalhadas pela Braslab favorece a espessura e peso das lentes.
As lentes convergentes (positivas) que possuem maior refração ficam mais finas ao meio e, ao contrário disso, as lentes divergentes (negativas), acabam mais finas nas bordas.
A qualidade do trabalho Braslab é reconhecida por todos os nossos clientes.