Assim como a miopia e hipermetropia, o astigmatismo é um distúrbio ocular que pode afetar as pessoas em qualquer idade.

astigmatismo-o que é-tratamento

O que é astigmatismo?

O astigmatismo ocorre quando a imagem é projetada para fora da retina, o que causa dificuldades em enxergar com nitidez objetos distantes e/ou próximos (depende do grau de astigmatismo).

Pessoas com astigmatismo têm o globo ocular em formato mais oval, dessa forma, a luz é refratada em ângulos diferentes e a imagem fica borrada.

Causas do astigmatismo

As estruturas da córnea e cristalino – de uma pessoa com astigmatismo – são irregulares. Em geral, a causa do astigmatismo é hereditária, mas também pode ser provocado devido a algum trauma ou alguma doença ocular.

Pessoas míopes ou com o hábito de coçar os olhos também podem desenvolver o astigmatismo.

É necessário esclarecer que esse distúrbio ocular não é causado por hábitos como a leitura em pouca luz ou contato excessivo com a TV.

Sintomas do astigmatismo

Indivíduos com astigmatismo confundem letras e números visualmente parecidos. Por exemplo, confundem o número 8 com o número 0, ou letras como, H; M; N.

Outros sintomas envolvidos são fadiga ocular, sensibilidade à luz (fotofobia), visão dupla, dor de cabeça, dificuldade para ler letras pequenas, visão borrada e vermelhidão nos olhos.

Astigmatismo: diagnóstico

Para identificar o astigmatismo com precisão é necessário consultar um médico oftalmologista para realizar o diagnóstico.

Os principais exames para diagnóstico dos astigmatismo são o exame de refração e o teste de acuidade visual.

  • Exame de refração: com o foróptero é possível determinar o tipo de lente corretiva a ser utilizada.
  • Teste de acuidade visual: o teste de acuidade visual é capaz de identificar a capacidade de enxergar a uma determinada distância.

Tratamento para o astigmatismo

O astigmatismo é tratado com óculos de lentes cilíndricas ou lentes de contato corretivas, depende da necessidade de cada indivíduo.

Ao identificar desconfortos relacionados com sua visão, procure consultar sempre um oftalmologista.