Miopia é um tipo de doença comum que atinge os olhos, e que pode revelar diferentes graus, de acordo com a gravidade da condição clínica de cada paciente.

Alta miopia, o que é?

Muito embora se cogite alguns fatores, não se sabe ao certo o que de fato pode motivar a miopia e alguns tipos específicos deste distúrbio, como por exemplo, a condição de alta miopia.

O que é alta miopia, quais seriam suas possíveis causas e como lidar com ela?

Alta Miopia: o que é?

Conhecida também como miopia degenerativa ou patológica, a Alta Miopia ocorre quando é detectada uma miopia com valores elevados, ou seja, acima dos 6 graus.

Considerada menos comum, esta condição oferece graves riscos à saúde ocular, como por exemplo, desenvolver doenças como catarata, glaucoma e perdas severas da visão.

Dente suas características, o indivíduo diagnosticado com Alta Miopia possui imensa dificuldade para enxergar à distância, sobretudo paisagens.

Alta Miopia: possíveis causas

Não se sabe efetivamente o que ocasiona a Alta Miopia nos pacientes. No entanto, o componente genético, via de regra, está relacionado ao surgimento da doença. Quem é filho de pais com a doença, por exemplo, está mais sujeito a apresentar   alteração no colágeno, o que por sua vez, acarretaria na elevação do comprimento do olho. Consequentemente, este individuo desenvolveria a miopia.

Alta miopia: tratamento

Mais comum na infância e adolescência, a Alta Miopia deve ser tratada precocemente, haja vista que quando progressiva, pode atingir entre 15 e 20 graus.

O acompanhamento médico, de um oftalmologista é imprescindível. Devem ser feitas avaliações regulares que possam identificar possíveis anormalidades, e também para observar se as alterações já existentes estão evoluindo.

Alguns exames que poderão contribuir com o tratamento e acompanhamento são:

  • Exame de Acuidade Visual;
  • Biomicroscopia;
  • Angiografia Fluoresceínica;
  • Retinografia;
  • OCT (Tomografia de Coerência óptica);

O uso de óculos para corrigir a visão, e em alguns casos, até mesmo a cirurgia, são algumas opções de tratamento.

Ao sentir qualquer alteração na visão, por menor que seja, procure um oftalmologista de sua confiança.