Muito mais do que moda ou estilo, óculos de sol se torna cada vez mais um acessório imprescindível quando nos referimos à saúde ocular.

Mas cá para nós, você já se perguntou o motivo pelo qual há várias nuances e diferentes cores de lentes em armação de óculos de sol?

Entenda a diferença das cores dos óculos do sol e saiba que a segurança dos seus olhos está muito além da simples estética.

Questão das cores
Já sabemos que antes de tudo, o óculos de sol é importante para nos proteger dos raios UV e radiações solares que possam ser nocivas à nossa saúde. Há uma série de doenças que podem nos acometer, caso não usemos proteção, tais como:

• Catarata;
• Perda gradativa da visão;
• Pterígio (massa fibrovascular que atinge a região da córnea);
• Fotofobia (aversão a qualquer tipo de luz devido a exposição da retina), etc.

No tocante as cores, embora não tenhamos uma regra específica, cada cor se aproxima da necessidade e contexto mais indicado de uso. Por exemplo:

Verde: as lentes verdes são indicadas para uso em quase todos os tipos de passeios e aventuras ecológicas; além de ser ótima para a prática de esportes radicais, exceto em tempo nublado ou neve. Óculos com lentes verdes filtram a luz azul, mantendo precisão da visão e mantendo o contraste.
Marrom: é mais indicada para situações onde há maior exposição ao sol, reduzindo tons azuis e violetas e mantendo o branco. A visão ganha tons amarelados neste caso.
Cinza: bem versátil, a exemplo da lente verde. Reduz brilho e claridade sem que haja distorção.
Amarela: devem ser usadas de dia, mas em situações em que não seja preciso distinguir as cores devido ao alto grau de distorção.
Azul: diminui a intensidade e absorção de cores vivas, sobretudo em tons de vermelho. Indicadas para eventos em pôr do sol e sol em nível moderado.

Agora que você já sabe a diferença das cores em armações de óculos de sol, que tal escolher a que mais se adequa às suas necessidades?