Historicamente, o cigarro sempre foi associado como um símbolo de status, sucesso e glamour. Aos poucos, esta aparência “positiva” está mudando, haja vista a extensa lista de malefícios que o tabaco causa à saúde. O que pouca gente sabe é que dentre os males causados pelo cigarro, há um eminente perigo: causar danos à visão.

Cigarro e Visao Saude

Fumo pode provocar sérios problemas oculares
Fator de risco. Assim podemos definir a influência e o papel do cigarro, na questão das doenças oftalmológicas. O tabaco não é a causa direta, mas um facilitador em potencial da ocorrência de danos neste sentido.

Recentes dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) relatam que dentro da população adulta, cerca de um terço é fumante e está sujeita ao comprometimento da circulação sanguínea, infartos, diferentes tipos de câncer, e doenças na visão, aceleradas pelo uso do cigarro.

Catarata x fumo
Pesquisas indicam a íntima relação entre o surgimento da catarata e o hábito de fumar. A opção que resta neste caso é a cirurgia de remoção do cristalino e a colocação de uma lente intraocular artificial.

Vale lembrar que a catarata pode ser reversível, contanto que ela não esteja associada com demais doenças, como por exemplo a degeneração macular.

Glaucoma e o cigarro
Outra doença que tem seus efeitos potencializados em pacientes fumantes é o glaucoma. Vários estudos convergem aos mesmos resultados: a pressão interna ocular pode aumentar em 5 mmHg após cada cigarro fumado. Este quadro é capaz de causar danos no nervo óptico, agravando a doença ou até mesmo acelerando seu surgimento.

Além da questão do cigarro, algumas pessoas já demonstram herança genética, o que as torna candidatas em potencial a desenvolverem tais doenças. O uso do tabaco, como já dissemos acima, apenas acelera o surgimento destes males.

Caso a pessoa seja fumante, é essencial que ela procure ajuda para abandonar o vício, e sobretudo que se consulte um profissional qualificado para fazer uma avaliação oftalmológica de sua situação.