Os exames de vista anuais são importantes independentemente da idade ou saúde física. Isso porque, durante um exame oftalmológico completo, o oftalmologista faz muito mais do que apenas determinar a prescrição para óculos. Ele irá verificar os olhos para detectar possíveis doenças oculares, avaliar a forma como os olhos trabalham juntos dentre outras coisas fundamentais para a saúde.

Frequência exames de vista

Com que frequência devemos fazer exames de vista?

Além disso, o oftalmologista verifica os olhos para identificar possíveis doenças que podem levar à perda da visão. Aqui estão alguns exemplos das condições que o oftalmologista analisar em um exame de vista anual (ou a cada seis meses, para idosos):

  • Erro refrativo. Se refere à miopia, hipermetropia e astigmatismo. Os erros de refração são corrigidos com óculos ou cirurgia refrativa.
  • Ambliopia. Ocorre quando os olhos estão desalinhados ou quando um olho tem muito maior grau de erro de refracção que o outro.
  • Estrabismo. Estrabismo é definido como olhos cruzados ou transformados. O oftalmologista verifica o alinhamento dos olhos para ter certeza de que eles estão trabalhando juntos.
  • Problemas de foco. Estes problemas podem variar de problemas incomuns em crianças a declínios normais relacionados à idade, influenciando a capacidade de focar de pessoas mais velhas.
  • Doenças oculares. Muitas doenças oculares, como o glaucoma e retinopatia diabética, não têm sintomas em seus estágios iniciais. O oftalmologista irá verificar a saúde dos olhos dentro e por fora para encontrar sinais de problemas iniciais.
  • Outras doenças. Os oftalmologistas podem detectar sinais precoces de algumas condições e doenças analisando os vasos sanguíneos do olho, retina e assim por diante.
  • Condições relacionadas à idade. À medida que as pessoas vão envelhecendo, há maior probabilidade de desenvolverem um problema ocular relacionado com a idade, como por exemplo, a catarata.

E então, conseguiu entender a importância de visitar um oftalmologista anualmente? Dúvidas? Deixe um comentário!