Muitos desconhecem o fato, mas as doenças oftalmológicas mais comuns costumam aparecer nos primeiros anos da vida, e durante a infância. Por isso a importância dos pais ficarem atentos aos menores sintomas relativos a alguma dificuldade por parte das crianças em enxergar.

Quanto antes for percebido algum problema neste sentido, mais fácil de se tratar e evitar que alguma doença mais grave se desenvolva, acarretando no futuro graves problemas de visão.

saúde olhos crianca

Quais os principais procedimentos relativos à saúde dos olhos das crianças?

A cada faixa etária das crianças é importante lançar mãos de exames específicos, além da percepção e monitoramento de alguns sintomas que podem indicar anomalias na saúde ocular infantil. Dentre estes fatores, destacamos:

Exame de vista
Ao nascer, da mesma forma que se é feito o chamado “exame do pezinho”, é preciso fazer o exame dos olhos da criança. O exame é simples, e consiste em localizar uma luz perante os olhinhos do bebê. Caso o reflexo não seja da cor vermelha, é provável que a criança tenha problemas na visão, que vão desde tumores até catarata.

Lacrimejamento
Caso a criança demonstre um quadro sistemático e em excesso de lacrimejamento, pode ser uma resultante de algum problema no canal da lágrima. É preciso consultar um especialista para fazer os exames necessários, os quais, os resultados irão indicar qual o tratamento correto, que pode ser em casos mais graves, uma intervenção cirúrgica.

Estrabismo acomodativo
Chamado de ambliopia, a criança na faixa entre 2 e 5 anos poderá apresentar estrabismo acomodativo, que é quando um dos olhos é “preguiçoso”, o que acarreta no desalinhamento entre os olhos. O uso de óculos é recomendado neste caso, sendo o tratamento adequado para forçar o olho “preguiçoso”.

Idade escolar requer cuidados redobrados
No período entre 5 e 7 anos, a chamada idade escolar, pode ser o período mais problemático e o que requer mais atenção dos pais. Caso a criança demonstre constante desinteresse pelas aulas, por exemplo, o motivo pode ser alguma doença ocular.

As mais comuns são o astigmatismo, miopia e hipermetropia. O ideal é procurar um oftalmologista para que ele indique o tratamento indicado, via de regra, com o uso de óculos indicado para cada tipo específico de necessidades.