Em pesquisa veiculada recentemente nos meios de comunicação, pesquisadores americanos concluíram que há de fato, uma relação entre o uso de remédios para pressão alta e problemas na saúde da visão.

Publicada no jornal da Academia Americana de Oftalmologia, a pesquisa aponta que a utilização de medicamentos vasodilatadores pode ser o agente provocador de maior incidência de doenças nos olhos, tais quais degeneração macular relacionada à idade (DMRI), doença que leva a perda da visão, sobretudo se os medicamentos forem associados ao fumo.

remedios-pressao-ocular

Vasto estudo mostra melhor a relação

No intuito de comprovar as hipóteses e esclarecer a relação entre o consumo de remédios para controle de pressão alta e o desenvolvimento de doenças da visão, como a degeneração macular, um vasto estudo foi conduzido entre os anos de 1988 e 2013, por pesquisadores da Universidade de Wisconsin, nos Estados Unidos.

Foram estudadas e analisadas cerca de 5000 pessoas com idades entre 43 até 86 anos, cuja a conclusão aponta que medicamentos populares como Apresolina e Loniten estão associados a um risco 72% maior de desenvolver o estágio inicial da DMRI, contra 8,2% daqueles que não usufruem desses medicamentos citados.

Resultado ainda não é definitivo

Mesmo com os indícios e conclusões, ainda é preciso mais estudos referentes ao assunto. Segundo o coordenador do estudo, o médico Ronald Klein, em matéria publicada no site da “Revista Encontro”:

Mais pesquisas são necessárias para determinar as causas desse aumento no risco de desenvolver degeneração macular.

(Fonte: http://www.revistaencontro.com.br/app/noticia/atualidades/2016/05/31/noticia_atualidades,156882/remedios-para-pressao-alta-podem-gerar-problemas-na-visao-diz-estudo.shtml)

Importância do acompanhamento médico

É importante acompanhar as reações que as pessoas possam ter, oriundas do uso destes medicamentos e no caso de efeitos colaterais e desconforto, que se procure um médico de confiança para que ele avalie caso a caso.