O que é a visão dupla? O uso de termos como “visão dupla” ou “duplicada”, ou ainda “dupla imagem” e “dupla visão”, é o meio mais comum utilizado para se referir a diplopia, uma disfunção ocular que em linhas gerais, ocorre devido diversas doenças sistêmicas e oculares já em processo de ação.

Visão dupla, o que é

Quando este sintoma de “ver em dobro” surge, estamos perante um quadro visual que implica em tratamento, podendo ser de fácil cura, ou grave, dependendo da origem desta diplopia.

O que é visão dupla?

Visão dupla ou diplopia nada mais é do que o fato do cérebro identificar dois ou mais objetos, quando na verdade, há apenas um.

O termo diplopia, mais utilizado pela comunidade médica para definir a visão dupla, tem origem na língua grega: diplos = duplos + ops = olhos = visão dupla.

Sintomas

Quando ocorre a diplopia, é comum não apenas o fato de enxergar em dobro, mas também outros sintomas relacionados, como por exemplo:

  • Visão borrada;
  • Desconforto ocular;
  • Dores de cabeça;
  • Dificuldade para enxergar.

Como tratar a visão dupla?

É importante sabermos que há 3 tipos de visão dupla:

  • Diplopia (monocular): visão dupla em um único olho;
  • Diplopia (binocular): quando ocorre o fenômeno com os dois olhos;
  • Poliplopia: quando se vê mais de 3 imagens em um objeto apenas.

O tratamento adequado para cada situação é fundamental para a saúde ocular do paciente. Para tanto, a consulta com o médico oftalmologista é imprescindível.

Somente ele poderá indicar o tratamento ideal, que deverá ser acompanhado de perto e analisado a fundo, para que os resultados sejam satisfatórios.

Dentre as opções de tratamento, há possibilidades que vão desde a utilização de óculos especiais para tais finalidades, alguns tipos de exercícios oculares ou ainda em alguns casos, uma cirurgia.

Consulte seu médico oftalmologista regularmente e previna problemas de visão.